Facebook
Twitter
Twitter
Google +
Home  |   WebMail  |   Fale Conosco
Publicada: 27/09/2017 10:01:49-MT    -    Atualizada: 27/09/2017 10:06:02-MT
PSG tem teste de fogo contra o Bayern e tenta apagar incêndio de Neymar e Cavani

Atacantes voltam a jogar juntos após desentendimento pelos pênaltis, diante do primeiro adversário realmente difícil deste novo Paris Saint-Germain. GloboEsporte.com transmite ao vivo

Foto:

O jogo desta quarta-feira promete dizer muito sobre o futuro a curto prazo do Paris Saint-Germain. Primeiro, porque o time francês terá pela frente o primeiro adversário realmente difícil nesta temporada: o Bayern de Munique. Segundo, porque será o reencontro de Neymar e Cavani em campo após o desentendimento que eles tiveram por conta das cobranças de pênalti da equipe, há 10 dias. A partida é válida pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões e começa às 15h45 (horário de Brasília).

A chegada de Neymar foi uma virada de chave para o PSG. O brasileiro é o encarregado de mudar o clube de patamar a nível mundial. E ele tem sido bastante eficiente até aqui. Com o camisa 10 em campo, foram seis jogos, seis vitórias, 24 gols marcados e três sofridos. Ele ficou fora do empate por 0 a 0 com o Montpellier no fim de semana por conta de um machucado no dedão do pé direito, mas se recuperou e está de volta.

A chegada de Neymar foi uma virada de chave para o PSG. O brasileiro é o encarregado de mudar o clube de patamar a nível mundial. E ele tem sido bastante eficiente até aqui. Com o camisa 10 em campo, foram seis jogos, seis vitórias, 24 gols marcados e três sofridos. Ele ficou fora do empate por 0 a 0 com o Montpellier no fim de semana por conta de um machucado no dedão do pé direito, mas se recuperou e está de volta.

Neymar tem dado show em cima dos marcadores, mas encontrou uma pedra no sapato - no próprio time, por incrível que pareça. Cavani não aceitou ceder ao menos parte das cobranças de pênalti e irritou o craque, que enxergou egoísmo no uruguaio. O desentendimento foi escancarado na partida contra o Lyon e ganhou o noticiário da imprensa esportiva do mundo todo. Como Neymar não jogou contra o Montpellier, é nesta quarta que a dupla voltará a atuar junta, o que vem gerando enorme expectativa. Nos treinos, é evidente o distanciamento entre eles. E no jogo, como vão se comportar? Se tiver um pênalti para o PSG contra o Bayern, quem baterá?

O técnico Unai Emery mostrou falta de pulso e se manteve em cima do muro quando questionado sobre o assunto. A princípio, disse que Neymar e Cavani deveriam decidir entre eles. Na coletiva de véspera do duelo, após muita pressão dos jornalistas, ele não chegou a revelar detalhes, mas ao menos afirmou que os dois "já sabem como as coisas vão funcionar".

- São muitos jogadores preparados para bater, e muitos querem bater. Depois vemos com as estatísticas e responsabilidades quais são os mais preparados para bater. E os dois são preparados para isso, o Cavani e o Neymar. Quero os dois com essa responsabilidade. Teremos muitos pênaltis para os dois baterem e converterem, que é o mais importante - desconversou Emery.

PSG à frente no confronto

Este será o sétimo jogo entre PSG e Bayern na história da competição. Eles estiveram no mesmo grupo em 1994, 1997 e 2000, com quatro vitórias francesas e duas alemãs. Nunca houve um confronto na fase de mata-matas.

 

Além de Neymar, Unai Emery terá a volta de Di Mária, que se recuperou de uma lesão na perna. O único desfalque do time da casa é outro argentino, Javier Pastore, que está machucado.

No Bayern, uma ausência muito sentida: o goleiro Neuer sofreu uma fratura no pé esquerdo e não atua mais neste ano. Por outro lado, o lateral-esquerdo Alaba retorna de lesão e Vidal, de suspensão - havia sido expulso na eliminação da última Champions, contra o Real Madrid. O técnico Carlo Ancelotti tem feito rodízio e pode deixar jogadores teoricamente titulares, como Boateng e Ribéry, no banco. Mas a expectativa é que ele vá com força máxima. Ainda mais após o início abaixo do esperado no Campeonato Alemão - com uma derrota e um empate em seis jogos, o time é o terceiro colocado, atrás de Borussia Dortmund e Hoffenheim.

 

Fonte: GE



PUBLICIDADE